LANÇADO NO VESTE RIO, SELO MODA RIO AGREGARÁ VALOR À CADEIA DE MODA FLUMINENSE

Valorizar os produtos fluminenses é uma estratégia que o Sistema FIRJAN utiliza para fortalecer a indústria do estado do Rio. Por isso, foi lançado o selo Moda Rio durante o Veste Rio, evento que se consagrou como a principal plataforma de moda do país, unindo salão de negócios, outlet, ciclo de palestras e gastronomia. A iniciativa permite que as empresas da cadeia de moda agreguem valor às suas marcas, garantindo aos clientes a qualidade de seus serviços e produtos ao identificar a procedência.

 

“O Rio é um lugar que vende lifestyle, e a moda está muito ligada a isso. Mais do que qualquer outro estado, é imprescindível que a indústria fluminense se aproprie dessa característica em seu benefício. Precisa, de fato, assumir o protagonismo da cadeia da moda”, destacou Daniela Falcão, editora-chefe da Vogue.

 

Segundo Antonio Berenguer, diretor do Centro Industrial do Rio de Janeiro (CIRJ) e conselheiro da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), quando um estrangeiro pensa em moda brasileira, ele está se referindo à moda carioca e, por isso, os empresários deveriam investir mais em exportação: “O Brasil deve ter capacidade de competir no mercado internacional, além de fazer marketing para si. O selo é uma forma de fazer isso, qualificando os produtos made in Rio”.

 

Já Roberto Leverone, coordenador do Fórum Empresarial de Moda da FIRJAN, complementa ressaltando a necessidade de o estado do Rio reconquistar a primazia do setor no Brasil. “Esse selo vai estimular as marcas comprarem de fornecedores fluminenses. É o símbolo de renascimento da moda no Rio de Janeiro”, afirmou Leverone, que também é proprietário da Floc Têxtil.

 

Os selos Moda Rio foram entregues aos empresários que participaram do lançamento. Durante o Veste Rio, foram entregues tags Moda Rio para que os empresários utilizassem nas peças expostas.

 

Patrocinador da feira, o Sistema FIRJAN levou ao espaço dois desfiles – um de novos talentos e outro com marcas consagradas –, apoio às empresas associadas para a geração de negócios e palestras qualificadas, com os temas “Repensando a cadeia: como marcas que não nasceram com foco na sustentabilidade podem se adaptar aos novos tempos?” e “Made in Rio: como o Caderno Ela interpreta a moda global para o estilo dos cariocas”. Foi realizada também uma visita guiada com alunos do SENAI de Valença para conhecerem de perto os bastidores da moda.

 

O Veste Rio também foi positivo para marcas mais consolidadas, como a Tai Dai, da empresária Vania Oliveira. Mesmo com o mercado em crise, ela considera um sucesso a sua participação no Salão de Negócios da feira, totalizando mais de 20 negócios e parcerias firmados. “A FIRJAN me deu todo o suporte para que eu conseguisse atingir bons resultados mesmo com o consumo afetado pelo cenário de crise econômica”, observou.

 

O Veste Rio aconteceu entre 26 e 30 de abril, no Pier Mauá, Zona Portuária do Rio de Janeiro.

SINDICONF
Rua Visconde do Uruguai, nº 535/ 6º andar
Centro, Niterói, RJ. CEP: 24030-077
Tel: (21) 2622-2799
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Sindicato filiado ao:                 Apoio:

Copyright © 2017 SINDICONF - Todos os Direitos reservados - Desenvolvido por SENAI-RJ.